BMW

Grande como sua história

Tudo começou em 1916, com a fusão de dois fabricantes de motores de aviões, formando uma das marcas mais icônicas da história. O nome BMW é a abreviação de “Bayerische Motoren Werke” – Fábrica de Motores da Baviera.

Em 1923, a marca ingressou num novo mercado, o de motocicletas, produzindo seu primeiro modelo, a R32, que utiliza o mesmo princípio de construção até hoje. Para se estabelecer no segmento de carros e utilitários, em 1928 a marca adquiriu uma fábrica de automóveis e, junto com o negócio, a licença para produzir seu primeiro carro, o Dixi 3/15, baseado no inglês Austin Seven. As vendas do Dixi ajudaram a fábrica a superar as dificuldades da crise econômica da época.

Nasce uma tradição

Em 1933 era lançado o modelo 303, o primeiro automóvel a tradicionalizar as grades dianteiras em forma de rim, símbolo da marca até hoje.

No ano de 1948, a bávara lançou a motocicleta R24, com mais de 9 mil unidades comercializadas em apenas um ano. Três anos mais tarde, inicia um novo período para a marca, com a fabricação do modelo 501, que era sinônimo de luxo, alta qualidade e tecnologia além do seu tempo, tonarndo-se referência para representantes da alta classe.

Entre os modelos de mais sucesso estão os Série 3, Série 5, X1, X5, X6 e Z4.

No Brasil e no mundo

As atividades no Brasil começaram em 1992, com a abertura do mercado para importações. Os modelos mais vendidos eram os Série 3 e Série 5. Com o passar dos anos, modelos como Série 1, X1 e X5 também caíram nas graças do consumidor.

Com fábrica em solo nacional, em Araquari-SC, desde 2014, a BMW tem capacidade para produzir 32 mil carros por ano. Os modelos nacionais são os Série 1 (120i, 125i), Série 3 (320i e 328i), X1 e X3.

A marca atua em mais de 140 mercados e tem fábricas em 13 países. Ocupa hoje a 11° posição no ranking de marcas mais valiosas do mundo.

Ver outras marcas